segunda-feira, 21 de fevereiro de 2022

OBITUÁRIO DE NEUSA BRESSAN

 

                NEUSA          BRESSAN

*30/08/1941                                   + 01/02/2022

      Filha de Olivio Silvio Bressan e Aurora Marin Bressan, nasceu em  Jaguari,RS e, em 1956 veio morar em Santa Maria, onde concluiu o curso ginasial e o Científico no Colégio Manuel Ribas(Maneco). Em 1969 formou-se  em História Natural - Biologia – UFSM, seguindo a  especialização em Pedagogia-Orientação Educacional. Ingressou no Magistério Estadual lecionando em diversas escolas polivalentes, galgando cargos de direção. Exerceu a função  Diretora da Escola Érico Verissimo por mais de 8 anos, encerrando a carreira do magistério, por aposentadoria, na Escola Estadual Maria Rocha.   

     Na situação de estudante e recém formada, trabalhou como secretária no Cartório Eleitoral de Santa Maria por mais de dois anos, daí saindo para ingressar no magistério. Como educadora, conseguiu granjear a confiança e o respeito de seus alunos que, hoje pais de família, continuavam devotando carinho e reconhecimento a sua sempre lembrada  mestra.

       Desenvolveu intensa atividade comunitária, com  alma e coração, estribando-se na sua empatia  e perseverança diante das necessidades imediatas de pessoas em vulnerabilidade social.  Agia com estilo persuasivo ao pedir apoio de empresários para  concretizar seus projetos sociais. Onde havia uma casa caindo, com  risco de atingir seus ocupantes, lá estava ela levando seu apoio. Na sua rua, se alguém estava com a conta de água ou de  energia na  iminência de corte, ela quitava as contas. Se faltasse comida para gatos e cachorros dos vizinhos, já sabiam a quem recorrer.  Por longo tempo participou ativamente na diretoria do Recanto da Esperança até sua extinção.

       Foi muito atuante na atividade leonística, tornando-se líder no seu clube em atender pedido de pessoas e instituições que abrigam  idosos e crianças. Vinha coordenando a campanha de Lions Internacional que propugna pela Paz Mundial, fazendo contato com as escolas, fornecendo material didático para a confecção dos cartazes e providenciando a premiação aos vencedores do concurso. Representava o clube no Programa Internacional Lions Quest, participando da sua implantação junto às escolas, o qual tem o propósito de desenvolver nas crianças o senso de respeito, cidadania e patriotismo.

    Em suas viagens de recreação e reuniões festivas sempre levava uma gaita de boca para animar e alegrar os participantes, tornando-se uma marca registrada de sua presença no local.

     Neusa mantinha um excesso de zelo por seus companheiros de quatro patas. Seus 6 cachorros eram bem cuidados e recebia deles o carinho e  motivação para  mantê-los saudáveis. Os dois mais amigos eram  Caponé e o Madruga, os quais conheciam seu carro a distância quando começavam a latir anunciando a chegada da sua protetora. Com sua morte, cansaram de esperar no portão. Não se ouviu mais seu latido !

   Faleceu em decorrência de Câncer no Pâncreas, sendo incinerada no Crematório Santa Rita de Santa Maria,RS, no dia 02/02/2022.

                                    Hermes Bressan – irmão da falecida Neusa.

                  Rua Barão do Triunfo, 2300, SM, fone 55-3222-9520 e 99963-9254.(foto anexa).

                                                               21/02/2022

quarta-feira, 9 de fevereiro de 2022

Falecimento de Neusa Bressan

Neusa Bressan, filha de Olivio Silvio Bressan e de Aurora Marin Bressan, faleceu dia 01/02/2022 em Santa Maria por causa de um câncer no pâncreas que se estendeu nos órgão vizinhos. Nasceu em Jaguari,RS, em 30/08/1941, tendo, portanto, 80 anos de idade. Formou-se em Biologia pela UFSM e exerceu o magistério em diversas escolas de Santa Maria. Seu corpo foi cremado no Crematório local,sendo precedido de inúmeras homenagens, sendo a mais significativa a prestada pela organizadora do cerimonial. Elaborou um emocionante texto, lido antes na despedida final, a seguir transcrito: "Ensinar é um exercício da imortalidade. De alguma forma continuamos a viver naqueles cujos olhos aprenderam a ver o mundo pela magia da nossa palavra. A professora, assim,não morre jamais". NEUSA BRESSAN partiu e não poderiamos deixar que ela fosse sem antes lhe prestar uma homenagem. Para tanto, se fez necessário escutar de seus familiares o relato de como viveu sua ente querida. Algumas vezes as informações são resumidas, mas nessa ocasião as palavras foram se enchendo numa grande velocidade. São tantas as informações que nos parece que a pessoa precisaria ter vivido, no mínimo, duzentos anos para que fosse possível ter deixado um legado tão grandioso. E a grandiosidade de tal legado não é definida pela quantidade de feitos, mas principalmente pela qualidade das decisões e ações vivenciadas ao longo do caminho percorrido. Hoje pareceu ser o dia das belas e emocionantes histórias. Mas as histórias para serem belas, dependem diretamente da beleza interna de seus protagonistas. E eis que em meio a tantos relatos ouvidos, estava um que soava como uma melodia toda especial. Refiro-me a história da querida Neusa, que me foi narrada pelos seus irmãos, sobrinho e cunhada. A forma como eles me descreviam a essencia de Dona Neusa, denotava muito carinho, gratidão e orgulho. Sim, a tristeza também apareceu em suas expressões e tom de voz, mas em momento algum, com força maior do que o amor expressado. Neusa soube escolher de maneira sábia onde deveriam estar suas prioridades. Tinha uma disposição de servir, que não lhe permitia pensar primeiro em si mesmo. O altruísmo singular que carregava em seu coração, voltava constantemente seu olhar em direção às necessidades de seu próximo, e isso era algo genuíno dela. Os inùmeros serviços prestados a comunidade, são impossiveis de mencionar, mas aqui mencionarei alguns deles, como ter sido a orientadora do programa do Lions Internacional, com o tema a paz mundial. Sua participação ativa no Recanto da Esperança, instituição que abriga crianças em vulnerabilidade social. Patrocinou a educação de inúmeras pessoas, até para o ensino superior. Foi uma mulher de alma caridosa, a sua bondade e o seu amor, era partilhao com todos, sem críticas nem julgamentos. Com a fammília, era muito apegada, e afetuosa. Sempre foi a mais carinhosa e expressiva, muito amorosa, principalmente com a irmã Luciana, que foi muito especial para Neusa. O seu instinto de cuidar de todos, a ponto de deixar os problemas pessoais de lado, certamente era uma das caracteríscas mas marcantes que ela possuia. Cuidou dos pais por muito tempo, e para a mãe Aurora, ela se doou exclusivamente por 15 anos, até a sua partida aos 101 anos de idade. Com esse espírito nobre, onde ela passava, ela fazia amigos. Era rodeada de amizades e sempre carregou todos os amigos no coração. A eles, Neusa tinha um grande apreço, cultivou e honrou todos aqueles que lhe confiaram a amizade. Uma mulher com princípios e valores de vida muito nobres, soube desde cedo o que foi lutar com perseverança para realizar os seus sonhos. Cumpriu com maestria os inúmeros papéis que a vida colocou diante dela. Foi uma irmã e amiga de todas as horas, uma filha carinhosa e dedicada que fez tudo que estava ao seu alcance para proporcionar o melhor aos seus pais. Quanto a si próprio, ela precisava de pouco para sentir-se feliz, durante toda sua vida, se dedicou a fazer o bem, e não foi so para humanos, para os cachorrinhos também... tinha um grande amor pelos filhos de 4 patas, o Caponé, o Madruga e os seus 5 irmãozinhos. Na sua profissão de professora, ela também encontrou formas de amar, proteger, cuidar e ensinar. Na sua trajetória, não podemos mensurar quantos jovens preencheram o coração da Neusa, muito mais do que o papel de alunos, tanto que muitos estão aqui hoje. Tamanha a dedicação, a levaram a ser Diretora de várias escolas, e no aconchego de sua alma ela desenvolveu uma habilidade grandiosa de ensinar. O incentivo, a generosidade e o amor pelo trabalho que desenpenhava, transcendiam as expectativas de todos a sua volta. Ela conseguia extrair o melhor desempenho de cada aluno, e esse dom de enxergar o que mais ninguém enxergava, a fez também incentivá-los, cada qual com sua personalidade, exponto ao mundo a mais bela essência que carregava dentro de si. Solidária, preocupada e prestativa, ninguém que passasse por ela, e estivesse necessitando, ficar sem amparo. Por muitas vezes ajudou e se doou em prol de pessoas que nem sabem até hoje. Com essa sensibilidde, ela comovia empresários para pedir apoio em seus projetos sociais para famílias carentes. Ajudava a arrecadar fundos para a reforma de casas destruídas por catástrofes naturais. Certamente toda essa doação lhe aquecia o coração. E nesse momento eu me recordeu de uma frase dita pela Madre Teresa, que diz: "Sozinha não posso mudar o mundo, mas posso lançar uma pedra sobre as águas e fazer muitas ondulações."Impossível não sentir a dor da saudade ou a tristeza da perda. Ao mesmo tempo impossível não inspirar-se na história de vida que ela deixou como exemplo. Sua filosofia de vida, era acompanhada de compaixão, amor, dedicação, gratidão e fé. Fé que leva a esperança e esperança que produz a paz. A paz que so experimentam aqueles que sabem que a morte não é o fim. Que estamos aqui neste mundo só de passagem, e que quando alguém a quem amos vai embora, não precisamos dizer adeus a ele. Na certeza de um reencontro em outro tempo e lugar, podemos nos permitir dizer apenas um muito grato e já saudoso: "Até breve !" "A beleza da vida está no amor que amamos e somos amados. E por efêmeros que seja nos faz sorrir, cantar, acreditar e, às vezes, também chorar. Quando alguém que amamos parte, deixa um vazio e uma saudade imensa. São as lembranças que eternizam aqueles a quem amamos"

sexta-feira, 17 de maio de 2019

Homenagem a Nina - Uma Mulher Guerreira

  Clique no Link acima sob o título: "Nina - uma mulher guerreira" e conheça a fibra dessa mulher.

Falecimento de Aurora Marin Bressan - 16/08/2018

Veja a publicação dessa matéria nos jornais de Santiago,RS - Clique no texto acima.: "Falecimento de Aurora M. Bressan"

segunda-feira, 16 de outubro de 2017

Hermes Bressan celebra seus 80 anos

         Em 14/10/2017 foi promovida,  pela família e alguns amigos,  uma homenagem ao Picadeano Hermes Bressan pelo transcurso dos seus 80 anos de idade.
         Constou de um almoço na residencia do aniversariante onde foram prestadas as tradicionais homenagens de gratidão e exaltação da data de elevada importancia para a família, parentes e amigos.
         Durante o evento foi apresentado um vídeo contendo a trajetória de vida do aniversariante, destacando pontos marcantes, tendo, ao final, o registro de fotos dos presentes.
             Clique no item acima: "Veja a trajetória dos 80 anos de Hermes Bressan"
       

sábado, 18 de março de 2017

Centenário de Aurora nos Jornais de Santiago,RS

Foram publicados nos jornais de Santiago,RS, fotos e textos de comemoração dos 100 anos de Dona Aurora Marin Bressan a pedido dos filhos David, Hermes, Águida e Neusa. Veja o recorte de jornal:




sábado, 25 de fevereiro de 2017

Aurora Marin Bressan - A marca dos 100 anos

Dona Aurora Marin Bressan, entre abraços e mensagens de felicitações, celebrou seu centenário na companhia dos filhos, genros, noras, netos, bisnetos e amigos.
          A comemoração aconteceu em Santa Maria, cidade onde mora, na residência de um dos seus filhos, em 11/02/2017, dia e mês do seu aniversário. Nasceu em 17/02/1917 na cidade de Jaguari,RS, e, em 13/07/1935, com 18 anos, contraiu matrimonio com Olivio Sylvio Donadel Bressan(*1914/+2005), com quem tem 4 filhos: David(80), Hermes(79), Águida(77) e Neusa(75); 3 netos e 7 bisnetos.
          Após o casamento foi morar na Boca da Picada, 1º Distrito de Jaguari, onde permaneceu até 1952 quando a família mudou-se para a urbe jaguariense.
         Em 1956, transferiu-se para Santa Maria, quando, em 19/03/2005 ficou viúva e passou a morar sozinha, pois, cada filho seguiu seu destino, tendo apenas a companhia de empregada doméstica, sem jamais depender de terceiros para sua locomoção ou cuidados pessoais.  
         Na sua trajetória de vida ficaram os sinais de uma atividade dura e penosa, principalmente quando morava no interior do município, onde pegava pesado na roça junto com o marido e os filhos e, ainda, era responsável pelos trabalhos da casa – alimentação – serviços de cozinha –organização da casa.
         Pode-se afirmar que foi uma mulher guerreira, lutadora e perseverante em tudo que fazia. Trazia na sua índole um sentimento de respeito pelo próximo e aceitava as agressões com resignação e paciência, acreditando que uma força superior lhe dava coragem para superar as ameaças que recebia. Foi vítima de Bullying anônimo, mas nem por isso deixou-se abater. Soube dar a resposta no tempo certo com o exemplo de vida – viver 100 anos com saúde e dignidade. Veja alguns flagrantes registrados durante a festa de familia.

Aniversariante diante do bolo comemorativo dos seus 100  anos

Aniversariante apaga a vela 100 anos, rodeada pelo neto Márcio, bisneto Henrique, Filho David, bisneta Eduarda, Nora Cledi, Filha Águida, Neta Marzane.

Hora do brinde(com espumante): Neusa(nora), Diva(amiga), Alminda(amiga), David(filho), Neusa(filha), Hermes(filho).

Hermes(filho) grava entrevista da aniversariante.

Aurora com seus 4 filhos: David, Hermes, Neusa e Águida.

Aurora com seus 3 netos: Fábio, Marzane e Márcio

Aniversariante com netos acompanhados de seus conjuges: fábio e Candice, Marzane e Antonio Augusto, Márcio e Roberta.

Aurora com seus 7 bisnetos: Isabela, Henrique, Rafaela, Giulia, Bruna, Eduarda e Emanuel.

Reunidos: Todos os filhos e  noras, netos c/conjuges e bisnetos

Todos os membros da família, mais as convidadas.
Familia do David c.c/ Cledi, filho Fábio c.c/ Candice, netos: Isabela, Rafaela, Henrique e Eduarda.

Familia do Hermes c.c/Neusa, filha Marzane c.c/Antonio Augusto e filho Emanuel. Márcio c.c/ Roberta e filhas Bruna e Giulia.

Aurora com as noras: Neusa e Cledi.

Familia do Márcio.

Família do David c.c/Cledi e seus 4 netos.
**************

sábado, 3 de setembro de 2011

David Marin Bressan agraciado com o Titulo de Cidadão Santiaguense e Benemerência

David nasceu em 22 de abril de 1936 na Boca da Picada, 1° Distrito de Jaguari  e, em solenidade realizada dia 03/09/2011 na Câmara de Vereadores de Santiago, às 19h30min, recebeu, junto com outros agraciados 9 (nove), o honroso titulo de "Cidadão Santiaguense e Benemerência". Esta comenda foi criada por Lei Municipal de 1993, que concede tal título a todo Santiaguense e não Santiaguense que tenha morado no município por mais de 15 anos e tenha prestado relevantes serviços  na Administração Pública, Pólitica, Área Social, Segurança, Saúde e outros.  O plenário da Câmara de Vereadores de Santiago ficou lotado de familiares dos agraciados nesse dia. Havia limite no número de convites, por isso muitos ficaram de pé e até pelo lado de fora. Compareceram ao evento, além de convidados, os familiares: Hermes Bressan(irmão) e esposa Neusa(Santa Maria,RS); Águida Bressan Kochi(irmã) e esposo Athaíde(São Borja,RS) e Neusa Bressan(irmã), Santa Maria,RS. A esposa de David, Maria Cledi Delapieve, ausente por motivo de saúde. Veja algumas fotos da solenidade.

David recebe o titulo de "Cidadão Santiaguense e Benemerência"

Agraciados perfilados para a foto da posteridade

David com as irmãs Águida e Neusa, mais a cunhada Neusa e o cunhado Athaíde.


Plenário da Câmara de Vereadores lotado de familiares dos agraciados e convidados.


Confraternização após a solenidade - Restaurante Redondo

Quem sou eu

Visitem nossas publicações, as quais trazem em seu escopo uma vontade de ajudar as pessoas que mais precisam de apoio e reconhecem o valor do benefício recebido.